A Música Litúrgica na Santa Missa


 

Por: Braz (Equipe de Canto Boa Nova –

Comunidade São João Batista).


 

Existe certa diferença entre Música Religiosa e Música Litúrgica na Santa Missa. Música é sempre música em qualquer lugar, nas Igrejas, nos palcos, em casa. Toda música litúrgica é religiosa, mas nem toda música religiosa é litúrgica. É como se fosse uma roupa, nos tempos mais antigos principalmente no interior, a mamãe dizia: “Essa roupa é para você ir na Missa”, ou seja, aquela roupa era para ser usada exclusivamente no domingo, porque é o dia do Senhor, por excelência.

Assim também é a música dentro da celebração litúrgica, ela é apenas um complemento, um adorno, não deve se sobrepor à Sagrada Liturgia, exceto aquelas que são os próprios ritos, por exemplo, ato penitencial, hino de louvor Santo, Cordeiro de Deus. Não se deve cantar cânticos apenas porque são bonitos, fáceis ou conhecidos, lembrando que todo cântico “conhecido” um dia foi “desconhecido”.

A música na Igreja também tem a função de fazer com que a assembleia perceba qual é o tempo litúrgico que estamos vivendo, no advento não podemos cantar músicas da quaresma, ou na Páscoa cantar cânticos de Finados, não cabe!

Assim, a música na Santa Missa deve estar em sintonia com a liturgia, andar de mãos dadas, estar a serviço do Reino de Deus.

 

 

Data da Publicação: 08-05-2021