R9f42950ca2c34b9f7cc16b07ba0202a6.jpg

36ª Semana do Migrante acontece em junho com o tema “Migração e diálogo”


Quem bate à nossa porta?
Como você se sentiria se tivesse de abandonar a sua casa e tudo que você tem para conseguir sobreviver? Colocar-se no lugar dos migrantes e refugiados é a melhor maneira de compreendê-los.
“Abordar essa temática significa estar disposto a ser uma Igreja em saída, sempre. Querer dialogar é sinônimo de quem se abre para a não intransigência. É estar aberto a viver com os diferentes. É criar cenários que propiciem soluções eficazes a partir do diálogo e de uma atitude desprovida de autoritarismos”, afirma dom José Luiz Ferreira Salles, bispo da diocese de Pesqueira (PE), presidente do Serviço Pastoral dos Migrantes e referencial do Setor de Mobilidade Humana da CNBB.
A Paróquia Santa Teresinha de Lesieux, desde 2018 vem assumindo um trabalho muito importante através da Pastoral Social de acolhida e atenção aos migrantes e refugiados.
Pela 36ª do/a Migrante, nossa paróquia realizou no sábado 19/06 uma Roda de Conversa com migrantes na Comunidade São Gabriel da Virgem Dolorosa. A Roda de Conversa contou com os alunos de psicologia da Universidade Tuiuti do Paraná.